A saúde é uma das áreas que mais demanda organização no controle de informações. Afinal, esse é um setor que lida com vidas. E, sendo assim, a precisão na hora de armazenar documentos e a agilidade na hora de buscá-los são aspectos fundamentais para o bom funcionamento de um hospital ou de uma clínica.

O prontuário médico, por exemplo, é um documento único e tem um tempo de guarda previsto por lei. A Resolução 1.639/2002, do Conselho Federal de Medicina, define que os prontuários em papel devem ser preservados por um mínimo de 20 anos; já os eletrônicos precisam de guarda permanente.

Ou seja, falando apenas de prontuários médicos, estamos abordando uma questão delicada e crucial para os hospitais, que precisam pensar em soluções de armazenamento seguras e viáveis para gerir seus documentos.

 

Por que a saúde precisa modernizar os sistemas de gestão de documentos

 

Diminuir os espaços de armazenamento de documentos, ampliar a eficiência nas atividades de rotina e garantir o cuidado com as informações de pacientes são apenas três motivos para que hospitais e clínicas optem por um sistema de gestão eletrônica de documentos (GED).

Com a digitalização de arquivos como os prontuários ficam garantidas:

  • Menor circulação de documentos entre sedes, pessoas e prédios;
  • Redução de mão-de-obra para manipular e arquivar prontuários;
  • Armazenamento seguro;
  • Acesso instantâneo através de computadores, smartphones ou tablets.

Aderir uma solução de gestão eletrônica significa melhorar a qualidade no funcionamento de diversos aspectos de uma empresa que lida com a saúde – do atendimento ao paciente até a administração do negócio.

 

Como funciona a gestão eletrônica de prontuários

 

Agora você já conheceu as vantagens de um sistema eletrônico de gestão de documentos. Mas como exatamente esse trabalho é feito em hospitais e demais empresas da área da saúde?

Nós, da Gigabox, temos soluções pensadas para esse setor, que funcionam em duas etapas: gerenciamento dos prontuários antigos e procedimentos com novos documentos.

 

Procedimentos com prontuários antigos

 

  • Coleta especializada feita pela equipe da Gigabox;
  • Preparação dos documentos, caixas e etiquetas. São eliminadas pastas, grampos e outros materiais desnecessários;
  • Digitalização e indexação;
  • Alimentação no sistema;
  • Armazenamento adequado da cópia física;
  • Disponibilização dos arquivos físicos com agilidade sempre que solicitado.

 

Procedimentos com prontuários novos

 

  • Digitalização e indexação automática assim que o prontuário é gerado;
  • Alimentação no sistema;
  • Coleta especializada feita pela equipe da Gigabox;
  • Armazenamento adequado da cópia física;
  • Disponibilização dos arquivos físicos com agilidade sempre que solicitado.

Todos esses processos são customizáveis, pois nossa equipe identifica as necessidades específicas de cada clínica ou hospital, analisando e formalizando soluções para cada tipo de negócio, buscando firmar uma relação de parceria com e segurança com os clientes.

Quer saber como nosso sistema de gestão eletrônica de prontuários pode fazer parte da sua empresa? Entre em contato com a Gigabox!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × um =

Eureka Digital - Agncia de marketing digital em Curitiba